sexta-feira, 17 de junho de 2011

Determinados atos e palavras, realmente, são inexplicáveis.
Algumas vezes, deixei meus óculos ou as chaves do carro em alguma dimensão paralela e me perguntei:
"por que raios eu faço isso comigo?"
Como é que eu vou querer que os outros me expliquem determinados atos?





Mas eu sempre acho meu óculos ou as chaves.
E aprendi a prestar atenção no que faço.

Um comentário:

  1. ... e sempre surge uma outra coisa de que me esqueço ¬¬²³

    ResponderExcluir